O que são viagens bleisure?

A palavra "bleisure" é uma junção das palavras "business" (negócios) e "leisure" (lazer). Como o nome indica, bleisure é um tipo de viagem que mistura uma parte de negócios e uma parte de lazer. Nos últimos anos, esta prática tem vindo a ganhar popularidade entre a comunidade de viagens e empresas.

Num mundo cada vez mais caótico, os viajantes de negócios têm escolhido um equilíbrio saudável entre a responsabilidade corporativa no estrangeiro e o tempo gasto em experiências pessoais, como passeios a pé, caminhadas, aproveitar a praia ou usar o spa do hotel.

Existem diferentes formas de aproveitar as viagens bleisure, mas a mais comum é prolongar a viagem no início ou no final, ou levar amigos ou familiares para passar algum tempo por entre os compromissos de trabalho. A crença é que quanto mais feliz estiver o viajante de negócios, mais produtivo será, o que significa um melhor retorno do investimento para a empresa.

Quais são as vantagens de misturar negócios e lazer enquanto um viajante de negócios?

Como resultado da pandemia de COVID-19 muitas empresas introduziram um modelo de trabalho híbrido e agora estamos relativamente habituados a isso. Existem muitas vantagens na flexibilidade do ambiente de trabalho em geral e, especificamente no que diz respeito às viagens bleisure, os benefícios para este viajante são abundantes:

  • Fusos horários – As viagens de negócios geralmente exigem trabalho no estrangeiro longe do país de origem do viajante empresarial. Prolongar a viagem no seu início permite ao viajante adaptar-se ao fuso horário e assim poder trabalhar de forma mais eficaz, eficiente e a dar tudo de si.
  • Menos stresse – Logicamente, combinar diversão ou atividades pessoais com o trabalho ajuda a alcançar um equilíbrio mais saudável entre a vida profissional e pessoal. Isto pode diminuir os níveis de stresse e proporcionar ao viajante uma experiência mais agradável.
  • Satisfação no trabalho – Se o funcionário sentir que a empresa se preocupa consigo, isto pode motivá-lo a trabalhar mais, deixando-o satisfeito com o seu desempenho pós-viagem.
  • Redução de emissões – Quando os funcionários desfrutam de viagens bleisure, podem não sentir a necessidade daquelas férias extra inicialmente planeadas para o final do ano. Isto traduz-se numa poupança de tempo e dinheiro, e, quem sabe, talvez um voo a menos, o que implicaria uma redução na pegada de carbono!

Como é que a sua empresa pode beneficiar das viagens bleisure para os seus funcionários?

  • Retenção de funcionários – Oferecer opções de viagens bleisure pode aumentar a satisfação no trabalho e desencorajar os funcionários de procurar outras oportunidades noutros sítios.
  • Aumentar a moral e o espírito da empresa – Permitir que os funcionários desfrutem de uma viagem bleisure permite que estes regressem ao escritório revigorados e entusiasmados!
  • Atrair talentos – Além de manter os atuais funcionários motivados, a oportunidade de viagens bleisure também pode atrair novos talentos para a sua empresa.
  • Melhorar a produtividade – Quanto mais produtivos os funcionários, maior a probabilidade de ver um aumento nos lucros.
  • Repita os negócios – Nem sempre é fácil incentivar os funcionários a trabalhar no estrangeiro, especialmente quando estes podem ter compromissos em casa. Mas permitir que os seus funcionários combinem essa viagem com férias pode convencê-los a fazê-lo e voltarem a fazer quando necessário.

Existem desafios relativamente às viagens bleisure?

  • Visibilidade — É preciso haver um elemento de confiança quando se trata de qualquer tipo de viagem de negócios. Assim como confia que o funcionário fará um excelente trabalho para a empresa ao trabalhar casa, a expectativa permanece a mesma quando o funcionário trabalha no estrangeiro.
  • Gestão de despesas — É essencial saber quem paga pelo quê e de que forma. Não há uma forma certa ou errada de fazê-lo, mas é prática comum que as empresas cubram os custos dos seus funcionários em dias úteis e nos seus voos, com o funcionário a pagar a conta de qualquer coisa relacionada com os dias de folga.
  • Comunicação — Configurar canais de comunicação para contactar com o viajante bleisure é imprescindível. Lembre-se de que precisa encontrar um equilíbrio entre manter contacto com os seus funcionários e fazer com que a equipa se sinta controlada e vigiada.

5 dicas essenciais para empresas que organizam viagens bleisure para os seus funcionários

  1. Faça uma avaliação de risco — Pode decidir não permitir que os colaboradores façam viagens prolongadas para fins de lazer se estiverem a viajar para locais considerados de alto risco. Consulte o website do governo do seu país para obter mais informações sobre para onde é seguro os seus funcionários viajarem.
  2. Negócios em primeiro lugar- Embora a vertente bleisure seja ótima, certifique-se de que os seus funcionários não deixem o trabalho para segundo plano. Por exemplo, se chegarem um ou dois dias antes de uma conferência de uma semana, talvez possa sugerir evitarem bebidas alcoólicas na noite anterior ao início da conferência. Afinal, os negócios são o motivo desta viagem
  3. Políticas com parâmetros claros — Concorde sobre o que constitui períodos de trabalho e pessoais, garantindo que o funcionário entenda a política deviagens da sua empresa antes da partida. Saber o que é que está e o que não está coberto em relação aos gastos e à segurança dos viajantes tornará o processo mais fácil e seguro para viajantes e empresas. Por exemplo, se os funcionários tiverem apenas cobertura de um plano de assistência e seguro na parte de negócios da viagens da sua organização, pode sugerir que tratem do seu próprio seguro para a parte de lazer da viagem.
  4. Documentação escrita — Considerando que existe uma boa relação entre os quadros superiores os funcionários, mas mesmo com aqueles que mais confiança tem, não se pode arriscar apenas num “acordo de aperto de mão”. Sem documentar por escrito as políticas de viagens bleisure, as empresas deixam espaço para despesas excessivas e em não conformidade — e, em alguns casos extremos, ações judiciais.
  5. Tecnologia — À medida que a tendência bleisure continua a aumentar, algumas empresas de tecnologia oferecem novas ferramentas para empresas específicas para esse tipo de viagens, como programas de fidelização bleisure, soluções de pagamento sem contacto ou apps de GPS com foco na segurança. Embora seja difícil eliminar completamente o risco para viajantes bleisure, as equipas de gestão podem utilizar a tecnologia para ajudar a acompanhar o bem-estar dos seus funcionários onde quer que estejam.

5 dicas importantes para viajantes de negócios que fazem pela primeira vez uma viagem bleisure

  1. Use as suas férias com sabedoria — Se possível, tente coincidir a sua viagem bleisure com um feriado público, um pouco antes ou depois do fim de semana. Planear a viagem dessa forma permitirá que ganhe três dias a explorar um novo país sem perder um único dia de férias anuais remuneradas. Não se esqueça de reservar o mais cedo possível para evitar custos altíssimos de voos e hotéis.
  2. Elevar a tendência bleisure — Porque não viajar para algumas cidades próximas, no início ou no final da sua viagem bleisure? Por exemplo, se estiver a viajar para uma cidade europeia, geralmente tem nas proximidades outra incrível e empolgante cidade apenas a uma curta e barata viagem de comboio. Não hesite em explorar!
  3. Escolha o hotel — pergunte qual é o orçamento da acomodação e se pode decidir em que hotel ficar enquanto lá estiver. Talvez não tenha tempo para se afastar muito do hotel, logo ter comodidades como uma piscina ou um spa no jardim seriam ideais. Ou talvez tenha escolhido levar companhia ou filhos consigo na sua viagem bleisure. Portanto, comodidades e atividades para que estes desfrutem enquanto trabalha, como campos de ténis ou um clube infantil, podem ser perfeitas.
  4. Procure opções de Internet — Nem todos os hotéis em que se hospedar terão estações de trabalho dedicadas ou até mesmo saberão onde, localmente, seria o melhor sítio para montar o seu escritório móvel temporário. Pesquise as áreas locais antes de ir; faça uma lista de possíveis cafés que oferecem Wi-Fi gratuito, que têm um sinal forte ou talvez apenas um local tranquilo com uma vista fantástica da praia.
  5. Faça as malas profissionalmente — O que inicialmente foi viagem de negócios de três dias transformou-se numa pausa bleisure de oito dias. Fazer as malas pode parecer uma tarefa difícil, então, para garantir que não precisa de vestir várias peças de roupa para poupar espaço na bagagem, uma solução simples pode ser optar pela mala de mão menor para ter mais espaço na mochila (em vez de apenas uma mala de tamanho médio). Quando o espaço faltar, considere roupas versáteis que funcionam tanto para o trabalho quanto para o lazer: roupas que combinam com sapatos mais elegantes para um jantar com um cliente ou ténis para explorar a cidade.

Artigos sugeridos

22/06/22
8 minutos de leitura
Como as PME podem beneficiar da gestão de viagens de negócios

Como o uso de uma solução de gestão de viagens corporativas pode transformar a maneira como a sua PM...

PME Proprietários de pequenas empresas
31/08/22
5 minutos de leitura
O guia completo sobre o cumprimento da política de viagens

Com este guia abrangente, aprenderá o que é uma política de viagens, como monitorizar o seu comprime...

Gestão de viagens de negócios Pessoas que reservam / Administradores