A cibersegurança para viajantes em negócios é um tópico importante, pois viajar a trabalho pode tornar os dados da sua empresa e dos clientes particularmente vulneráveis. Enquanto está em viagem, os seus dispositivos podem ficar mais expostos do que o normal a cibercriminosos ou criminosos.

Com as ameaças à segurança cibernética em constante evolução e aumento, é essencial que saiba quais são as principais dicas de cibersegurança para viagens de negócios e como reagir em caso de ataque cibernético.

Quais são as melhores formas de obter segurança digital para viagens de negócios e quais os aspetos da cibersegurança a ter em consideração?

O que é a cibersegurança?

A cibersegurança refere-se às práticas de proteção de organizações e indivíduos contra ameaças online. **Engenharia social, phishing ou malware ** são exemplos de ameaças cibernéticas. Os cibercriminosos podem atacar empresas e tentar aceder ilegalmente aos seus sistemas, redes e dispositivos para roubar informações confidenciais ou dados de clientes e obter ganhos financeiros.

A cibersegurança para viagens de negócios é um assunto importante e, como viajante de negócios, está particularmente vulnerável a ataques cibernéticos, pois trabalha fora de um espaço de escritório seguro. É sua responsabilidade garantir que os seus dispositivos estão bem protegidos contra ameaças cibernéticas e que os dados da sua empresa e dos seus clientes estão protegidos.

Durante uma viagem de negócios, o risco de que os seus dispositivos sejam infetados por software malicioso é alto. Por exemplo, isto pode acontecer se ligar-se a uma rede Wi-Fi não segura ou se usar computadores ou estações de carregamento acessíveis ao público.

11 pontos-chave para garantir a cibersegurança para viagens de negócios

Conseguir a cibersegurança em viagens de negócios não é uma tarefa fácil, mas seguir estas 11 dicas de cibersegurança irá salvaguardar os aspetos mais importantes.

1. Bloqueie os seus dispositivos

Sempre que não estiver a usar o seu dispositivo, seja o seu computador portátil, smartphone ou qualquer outro dispositivo eletrónico de trabalho, certifique-se de que tem configurado um método de identificação, como uma palavra-passe, PIN, impressão digital ou reconhecimento facial, de modo a que seja necessário desbloqueá-lo para aceder ao sistema.

Isto garante mais segurança informática durante a viagem e ajudará a proteger os seus dispositivos contra criminosos em caso de assalto.

2. Atualize as suas palavras-passe

Os seus dispositivos estão protegidos por palavras-passe? Muito bem. Mas certifique-se de atualizar as suas palavras-passe regularmente, especialmente antes e depois da sua viagem de negócios. Ter palavras-passe diferentes durante a sua viagem de negócios reduzirá o risco de contas comprometidas. Mesmo que alguém tenha acesso às suas palavras-passe durante a sua viagem, não poderá usá-las quando a viagem terminar.

Evite a reutilização de palavras-passe em apps, contas e dispositivos e escolha palavras-passe fortes com pelo menos 12 caracteres, incluindo letras minúsculas, maiúsculas, números e símbolos. Usar um gerador de palavras-passe é uma forma fácil de criar palavras-passe fortes que os hackers não conseguem adivinhar. Para mais segurança, considere usar um gestor de palavras-passe – um programa que usa criptografia avançada – para guardar todas as suas palavras-passe no mesmo local. Só terá de memorizar a sua palavra-passe principal para aceder a todas as outras.

Se estiver numa propriedade com um cofre e quiser usá-lo, tenha o mesmo cuidado e use um PIN forte para garantir a segurança das informações.

3. Use a autenticação de dois fatores

Com a autenticação de dois fatores (2FA), pode adicionar uma camada extra de segurança às suas contas e garantir mais proteção contra cibercriminosos.

A autenticação de dois fatores é um método de segurança que exige que use duas formas de identificação para fazer login na sua conta. Primeiro, precisa de inserir as suas credenciais de utilizador e depois fornecer uma segunda informação de autenticação – pode ser um código PIN, um token, um ID facial, uma impressão digital, etc.

Usar a 2FA aumenta a segurança das suas contas online, pois mesmo que alguém consiga roubar as suas palavras-passe, essa pessoa não terá acesso sem o segundo fator de autenticação. Também pode limitar o impacto de um ataque de phishing: se inserir as suas credenciais num website de phishing, a camada extra de proteção impedirá que os hackers entrem na sua conta.

4. Use o Wi-Fi e o Bluetooth com cuidado

Ao viajar em negócios, usar o Wi-Fi é uma necessidade, mas pode ser um risco, pois podem-lhe roubar informações confidenciais da empresa e dos clientes. Uma dica comum de cibersegurança é evitar o uso de redes públicas, especialmente aquelas que não são protegidas por palavra-passe. Se precisar de se ligar a uma rede pública, peça aos funcionários o nome e a palavra-passe oficiais da rede.

Uma das muitas dicas de segurança para smartphones é desativar a funcionalidade de Wi-Fi quando não precisar desta, bem como a ligação automática às redes Wi-Fi disponíveis. O mesmo acontece com o Bluetooth: desative a funcionalidade quando não estiver a usar para evitar que alguém se ligue ao seu dispositivo e roube as suas informações.

5. Use uma VPN

Uma boa dica de cibersegurança ao trabalhar remotamente ou viajar em negócios é ligar-se ao Wi-Fi usando uma Rede Privada Virtual (VPN). Ao criar uma ligação mais segura com criptografia, uma VPN reduz o risco de os hackers monitorizarem as suas atividades online e acederem aos seus dados e palavras-passe. Isso aplica-se especialmente, mas não exclusivamente, se não puder evitar ligar-se a uma rede Wi-Fi pública.

Uma VPN permitirá executar tarefas confidenciais, como lidar com detalhes financeiros, informações de clientes etc., sem que ninguém possa ler esses dados, mesmo que estes sejam intercetados. Também lhe permitirá ter acesso à rede da sua empresa e continuar a executar as suas tarefas normalmente enquanto estiver em viagem.

6. Instale um software antivírus

Todos os seus dispositivos – computador portátil, smartphone e tablet – devem ter um software antivírus instalado e atualizado. Um antivírus deteta, previne e protege contra software malicioso (malware), como vírus, spyware, ransomware, trojans, etc., que podem estar presentes em anexos ou links de e-mail.

Com atualizações regulares, o antivírus manterá o seu sistema atualizado com as definições de vírus mais recentes para garantir proteção contra ameaças. Mas esteja ciente de que o antivírus por si só não é suficiente para garantir proteção contra todas as ameaças cibernéticas existentes.

7. Faça uma cópia de segurança dos seus dados na nuvem

Antes de fazer uma viagem de negócios, é uma boa prática fazer uma cópia de segurança dos dados dos seus dispositivos na nuvem.

Isto permite-lhe manter os seus dados seguros e acessíveis caso perca algum dos seus dispositivos ou encontre algum problema técnico durante a viagem. Como estão armazenados num servidor remoto, poderá aceder aos seus dados na nuvem a partir de qualquer dispositivo e local, além de continuar a colaborar com os seus colegas ao partilhar ficheiros.

8. Minimize a partilha de localização

Apesar de a partilha de informações ser comum na era das redes sociais, não exagere. A sua localização é uma informação fundamental que os criminosos podem usar contra si para lançar ataques de phishing ou roubar qualquer dispositivo ou dados que tenha deixado no seu hotel enquanto está fora. Isto também pode revelar informações confidenciais sobre as atividades ou clientes da sua empresa.

9. Mantenha os seus sistemas operacionais atualizados

Certifique-se de que os seus sistemas operacionais estão atualizados ao executar todas as atualizações necessárias. Ter todas as atualizações mais recentes instaladas é essencial para proteger os seus dispositivos contra ameaças cibernéticas em constante evolução e reduzir o risco de vírus.

Não se esqueça de atualizar também as aplicações do seu smartphone, especialmente as aplicações de negócios que precisa durante uma viagem de negócios.

10. Tome precauções com os dados

Uma boa dica de segurança para viagens de negócios é levar consigo apenas os dispositivos essenciais e guardar as informações específicas de que precisará para a sua viagem. Isto ajudará a reduzir o risco de um ataque cibernético ou roubo físico enquanto estiver em viagem, além de mitigar o impacto de um possível ataque cibernético.

O departamento de informática da sua empresa poderá emprestar-lhe dispositivos limpos, nos quais poderá guardar os dados estritamente necessários para evitar correr o risco de lhe roubarem dados confidenciais. Verifique a política de viagens da empresa ou pergunte ao seu superior se esta opção está disponível.

11. Faça uma verificação após a viagem

Quando a sua viagem terminar, não hesite em visitar o seu departamento de informática e pedir que verifiquem se todos os seus dispositivos estão em bom estado e se não foram infetados por malware. Se for este o caso, este departamento saberá o que fazer para mitigar o impacto do ataque cibernético à empresa e aos seus clientes.

O que fazer em caso de ataque cibernético

Se acha ou sabe que foi vítima de um ataque cibernético, aqui estão algumas ações imediatas que pode tomar:

  • Instale todas as atualizações de segurança pendentes
  • Desative o acesso à Internet e o Bluetooth nos seus dispositivos
  • Altere as suas palavras-passe

Em seguida, entre em contacto com o seu departamento de informática o mais rápido possível e prepare-se para partilhar os detalhes do ataque cibernético. Este departamento saberá como identificar os sistemas, contas e dados que podem ter sido comprometidos e quais as medidas a tomar para mitigar o impacto do ataque.

A segurança é uma preocupação genuína ao viajar em negócios. É um aspeto essencial da sua viagem que deve preparar antes, durante e depois da mesma. Ao implementar todas as dicas mencionadas acima, aprender sobre a segurança cibernética e permanecer sempre vigilante, já está a reduzir o risco de ser vítima de cibercriminosos.

Artigos sugeridos

26/01/23
6 minutos de leitura
Como garantir a segurança e a proteção durante as viagens de negócios

Dicas importantes sobre como garantir a segurança em viagens de negócios, como se preparar e como av...

Segurança e proteção Proprietários de pequenas empresas Equipas de RH
24/02/23
11 minutos de leitura
O guia definitivo para a gestão de viagens de negócios

A gestão de viagens de negócios é um assunto muito complexo. Descubra os vários aspetos que terá de...

Gestão de viagens de negócios Pessoas que reservam / Administradores Proprietários de pequenas empresas
19/12/22
15 minutos de leitura
Guia completo de política de viagens

O seguinte guia servirá como o seu manual passo a passo completo sobre políticas de viagens.

Gestão de viagens de negócios Pessoas que reservam / Administradores Proprietários de pequenas empresas